Deve O Ofendido Pedir Perdão Ao Ofensor ??!!


Bom dia , Irmão Hélio.

A questão é a seguinte:
Um irmão em Cristo me ofende ( com palavras ou ações) e não chega para pedir perdão. Então eu vou até ele e digo: "Irmão eu não sei o motivo pelo qual me ofendeu, mas me perdoe se lhe fiz mal algum (mesmo em plena consciência que eu não tenha feito nada de mal" . Esta minha atitude é anti- Bíblica?
Olá, meu irmão:


Não sei se "O Ofendido Pedir Perdão Ao Ofensor" é proibido pela Bíblia, mas lhe garanto, irmão, que esta posição não faz o menor sentido, é a maior loucura, a maior insensatez que alguém já quis lhe insinuar como doutrina, irmão!!! Pergunte a ele se:

a) Você tem algum exemplo desse estranho comportamento "O Ofendido Pedir Perdão Ao Ofensor", entre Gên 1:1 e Apoc. 22:21??? Eu lembro de Cristo dizendo "Pai, perdoa-lhes porque...", mas não lembro dEle dizendo "perdoem-Me pelo fato do Meu sangue ter espirrado e sujado suas roupas", nem me lembro dEle ter dito "Judas, não sei porque você está Me odiando, mas Eu lhe imploro, perdoe-Me por lhe fazer Me odiar". Isto é a maior loucura do mundo!
b) Você conhece o significado de pedir perdão? Pedir perdão é conseqüência de eu ter reconhecido que pequei! Se eu não tenho consciência de que pequei, como vou pedir perdão ao meu irmão??? Porventura é pecado meu se ele me odeia sem eu lhe ter dado razão? Jesus diria a Judas "Perdoe-Me porque, de algum modo, mesmo sem Eu ter pecado em nada, sou culpado de lhe ter despertado ódio!" Diria??? O pai diria ao filho pródigo "Perdoe-me por minha fortuna, que roubaste, não ter dado para te sustentar por mais tempo junto a prostitutas!" Diria? Isto é a maior loucura, a maior insensatez do mundo!

Agora, leia:

"15 ¶ Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e REPREENDE-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; 16 Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada. 17 E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um GENTIO e PUBLICANO. " (Mt 18:15-17 ACF)

Eu tenho que seguir os passos de Mateus 18: 21- 25?

"21 ¶ Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? 22 Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete." (Mt 18:21-22 ACF)
Irmão:
a) Não confundamos as coisas: Mt 18:21 diz que é O OFENDIDO QUEM PERDOA, não diz que é ele quem vai pedir perdão! (isto seria um contra-senso!)
b) Se eu, velho e fraco e doente, estacionar meu carro de modo que, sem eu querer, ele fique refletindo o sol no seu carro, depois você chegar e passar 5 minutos batendo no meu carro com um bastão de baseball, e nisso você fizer um pequeno calo na sua mão, serei eu que tenho que pedir perdão a você por que EU causei o calo??? Isto é a maior loucura do mundo! O que a Bíblia LHE ordena é que você se arrependa, me peça perdão, pague todo o conserto do meu carro, etc. E o que a Bíblia ME ordena é que eu o perdoe, mesmo antes de você se arrepender e vir me pedir perdão e fazer restauração, e mesmo se você jamais se arrepender e jamais me procurar para você pedir perdão e para fazer reparação. A Bíblia me dá também o direito (mas não a obrigação) de, em amor, sem ódio, procurar fazer-lhe se arrepender. Eu tenho o direito (mas não a obrigação) de ir a você primeiro sozinho, depois acompanhado de 2 testemunhas maduras e espirituais, finalmente levar o caso à igreja. Ver Mt 18:15-17, acima.
 
Mas porventura Mt 5:23-25 não ordena o ofendido a pedir perdão?

 23 Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24 Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta. 25 Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão.

"ter alguma coisa contra ti" não pode significar que aquele irmão está zangado contra mim sem que eu o tenha ofendido? E porventura não sou eu ordenado a ir até ele e pedir perdão?
a) Esta passagem pode estar mandando o ofendido procurar a paz, a reconciliação, e pode estar mandando eu procurar convencer meu odiador a desviar o seu furor de mim, mas de maneira nenhuma a Bíblia jamais manda o ofendido, aquele que sofreu o ferimento, pedir perdão por ter sujado o punhal do agressor ao ser apunhalado!!! Uma coisa é eu perdoar de coração e não procurar vingança, outra coisa é eu procurar quem atirou em mim sem nenhuma razão justa, e eu lhe pedir perdão pela despesa que teve com o tiro em vão, pelo fato de eu ter me esquivado. Que conversa sem sentido, irmão!

b) Vejamos um comentário sobre v.23:
Mt 5:23 “... tem alguma coisa contra ti ...”: “[Isto é:] ele tem alguma coisa para te culpar justamente, tem alguma base legal para reclamar contra ti, tu fizeste contra ele alguma injúria ou ofensa (particularmente se alguma vez o tiveres chamado de ‘raca’ ou de ‘louco’, pois estas palavras [v. 23] referem-se ao que vem antes [v. 22], e lhe são um corolário ou conclusão, como fica aparente pela partícula causal ‘portanto’ ." John Gill's Exposition of the Entire Bible.
 
Pedir perdão mesmo sendo o ofendido é errado ou anti-bíblico? Repito:
Não sei se é proibido pela Bíblia, mas lhe garanto que não é ordenado nem sugerido nem exemplificado, eu lhe garanto que não faz o menor sentido, é a maior loucura que alguém já quis lhe insinuar como doutrina, irmão!!! Isto é a maior loucura do mundo!
 
Quem deve perdoar? O ofensor ou o ofendido? a) Ah, é o ofendido quem deve perdoar, claro, sem dúvidas nenhuma, e perdoar independentemente do ofensor lhe pedir perdão. Ver Mt 18:15-17, acima. Ver também Mr 11:25; Lu 11:4; 17:4; Ef 4:32; Cl 3:13
      "E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas." (Mc 11:25 ACF)
      "E perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a qualquer que nos deve, e não nos conduzas em tentação, mas livra-nos do mal." (Lc 11:4 ACF)
      "E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe." (Lc 17:4 ACF)
      "Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo." (Ef 4:32 ACF)
      "Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também." (Cl 3:13 ACF)


b) É o ofensor (só ele) quem deve pedir perdão.
      "E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe." (Lc 17:4 ACF)
      "Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;" (Lc 15:18 ACF)


Mas essa estória do ofendido ir pedir perdão ("desculpe que meu queixo foi muito duro e, antes de se partir em dois diante dos seus murros, arranhou levemente seu pulso"), isto é a maior tolice e insensatez do mundo, irmão!
 
assinado, ..... Assinado, Hélio.
 

O irmão Marcelo Gross identificou a origem dessa ridícula idéia de quem recebe impropérios calado, depois ir e pedir perdão ao ofensor:
 
Realmente isso é ensinado, principalmente em igrejas neo-pentecostais, pela mudança de compreensão do gesto de perdoar.

COMO [pensam os neo-pentecostais] A PALAVRA TEM PODER.....
então a ofensa verbal gera uma energia espiritual negativa, que pode ser explorada por demônios para criar e materializar situações ruins e até maldições.

ENTÃO O OFENDIDO (por medo dos demônios/maldições), VAI, E PEDE PERDÃO AO OFENSOR......

Não por que deseja ser perdoado, ou por que deva alguma coisa ao ofensor, mas por que ele acredita que PEDINDO PERDÃO, ele (com suas palavras) estará gerando uma energia espiritual positiva, que irá neutralizar a energia negativa da ofensa, e impedir demônios de atacá-lo com situações ruins/maldições.

Sim, embora isso se pareça com Xintoísmo e filosofia Ying Yang, isso é ensinado em muitas igrejas evangélicas, graças aos "estudos" sobre PERDÃO.



Hélio de Menezes Silva,
Maio.2007.




Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ComProximo/
(retorne a http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)