Todo pecado, por qualquer pessoa, deve ser lastimado, devemos chorar por ele. Não nos alegramos no fato de tantos er tantos, talvez a maioria dos maiores líderes pentecostais/carismáticos americanos, terem caído tantas vezes em tantos e tão grosseiros pecados, e, pior ainda, terem continuado neles, afundando cada vez mais.

Mas tais fatos, tão sobejamente comprovados [por provas documentais e factuais, por muitos testemunhas oculares de toda confiança, e gravações, ou por confissões] não devem ser escondidos, antes devem ser divulgados com tremor e temor, para que os crentes iludidos possam lembrar que pelo fruto se conhece a árvore.

Sabemos que mesmo entre os melhores e mais piedosos líderes de denominações de linha mais conservadora e fundamentalistas entre os batistas e reformados, alguns deles podem cair ocasional e transitoriamente em alguns pecados. Mas nunca ouvimos falar de que uma vida de grosseiros e persistentes pecados massivamente caracterizasse a maioria dos maiores líderes desses movimentos, tanto agora como no passado, homens como o apóstolo Paulo, os Anabatistas, Huss, Tyndale, John Knox, Spurgeon, etc.

Hélio.


ESCÂNDALOS PENTECOSTAIS RECENTES





David Cloud



       

O Movimentos Pentecostal/Carismático - Sua História e Seus Erros





       
Desde o início, o Movimento Pentecostal tem sido profundamente marcado por escândalos, conforme documentamos em nosso livro de 377 pp. - The Pentecostal-Charismatic Movement: Its History and Its Errors”. Se este movimento tivesse a unção e o poder do Espírito Santo, não veríamos tantas exibições carnais; mas, a verdade é que os escândalos morais e outros têm continuado a manchá-lo durante a história recente. Vejamos alguns exemplos principais.




Oral Roberts -

- Em 1977, Oral Roberts afirmou que Deus lhe aparecera e instruíra a construir um centro médico chamado CIDADE DA FÉ. Em 1980, ele disse que havia visto e conversado com um Jesus de 900 pés de altura e que Jesus lhe dissera que iria resolver os problemas financeiros da CIDADE DA FÉ. Sete anos depois, Roberts disse que Deus lhe havia aparecido novamente e afirmara que ele iria morrer, caso não levantasse oito milhões de dólares, dentro de 12 meses. Apesar disto, as visões megalômanas e os intermináveis apelos por fundos não conseguiram salvar a CIDADA DA FÉ. Em 1989, Roberts fechou a CIDADE, a fim de pagar as dívidas.

Mesmo assim, o mundo pentecostal, de um modo geral, não deixou de acreditar no falso profeta Roberts, mesmo sendo ele uma fraude religiosa. Milhares de pessoas e mantenedores ingênuos continuaram a enviar milhões de dólares às igrejas pentecostais e aos ministérios de Roberts.




Jim Bakker –

Em 1989, Jim Bakker, presidente de um influente programa na PTL Television - uma TV pentecostal - foi preso por ter defraudado os seus seguidores em 158 milhões de dólares. Em 1994, ele foi libertado, após o pagamento de cinco dos quarenta e cinco anos a que fora sentenciado. Seu julgamento trouxe a público o seu luxuoso estilo de vida, o qual incluía seis imóveis residenciais de luxo e até uma casa de cachorro com ar condicionado. Os promotores acusaram Bakker de desviar, para uso próprio, 3,7 milhões de dólares dos fundos coletados para o seu “ministério”. Bakker também cometeu adultério com a secretária da igreja, Jéssica Hahn, e precisou lhe pagar mais de 250 mil dólares, a fim de liquidar o assunto.  A esposa de Bakker, Tammy Faye, ex-anfitriã do PTL Club, divorciou-se dele, enquanto ele estava na prisão, e casou-se com Roe Messner, um velho amigo da família, cuja companhia havia ajudado a construir o recanto turístico  PTL´s Heritage USA.

         Hoje, Tammy Faye tem um ministério favorável aos homossexuais. Ela aparece em eventos nacionais das paradas do “orgulho gay”, inclusive numa contestação semelhante, em Washington, DC., quando se apresentou “rodeada de homens efeminados e maquilados” (Charisma News, Novembro 2002). Em Janeiro de 2000, Bakker disse no Larry King Show: ”Cada pessoa que morreu no holocausto (judeu) está no céu”. Bakker defendeu esta doutrina herética numa carta ao editor, a qual apareceu na revista Charisma, em Junho daquele ano.




Jimmy Swaggart –

Um ano depois da publicação do primeiro escândalo da PTL, nas manchetes internacionais, Jimmy Swaggart, um dos famosos pregadores televisivos dos tempos modernos, criou o seu próprio escândalo, quando foi flagrado com uma prostituta. Nesse tempo, Swaggart tinha uma congregação de 6.000 membros em Baton Rouge, Louisiana, com um quartel general de 270 acres; um colégio bíblico; um influente ministério na TV, o qual alcançava muitas partes do mundo (transmitido por 9.700 estações e emissoras a cabo), com uma arrecadação anual de 142 milhões de dólares. Swaggart é primo de Jerry Lee Lewis e ambos tocavam piano; mas, enquanto Jerry corria atrás de uma carreira de rock & roll, Jimmy corria atrás do sucesso gospel. Uma reportagem da cruzada de Swaggart em Calgary, Alberta, descreve uma afluência de maioria evangélica ligada ao rock, em volumes altíssimos, dizendo: “É um bom show, com Swaggart martelando o piano, suando e gesticulando como Elvis Presley e conquistando a audiência como Frank Sinatra”. (The Courrier News, Elgin, Illinois, 20/05/1991, p. 5-A). Swaggart se recusou a ficar longe do púlpito durante um ano, quando a Assembleia de Deus da Louisiana o disciplinou [pelo mau comportamento público], mas logo foi liberado e pôde continuar pregando. Por causa do escândalo, ele perdeu ¾ de sua audiência na TV e dos alunos no Bible College, além de uma boa porcentagem de membros de sua igreja; então, suas finanças despencaram. O escândalo não foi esquecido, mesmo quando ele clamou a Deus pelo perdão: “Senhor, tu ainda queres que eu continue nesta obra?”, dizendo que Deus lhe respondeu: “Sim... Você está em melhor forma do que antes”  (“Swaggart Back in Pulpit With Tales of Nightmares and Revelation”, Religion News Service, 23/05/1988, reimpresso na Christian News, em 03/06/1988, p. 5).

         Numa transmissão pela TV, em Maio de 1988, Swaggart teve a ousadia de se vangloriar: “Vocês estão em busca de um pregador limpo e eu não minto.” (Don Matzat, “The Same Ol´ Jimmy”, Christian News, 16/05/1988). Talvez porque Swaggart tenha buscado aconselhamento com Oral Roberts, o qual observou que os demônios que estavam cravando suas garras na carne de Swaggart tinham-no deixado em paz. (Huntsville Times, Huntsville, Alabama, AP Report, 31/03/1988, registrado do Calvary Contender, 15/04/1988).

         Contudo, o exorcismo [de Roberts] não durou muito tempo. Em 1991, Swaggart entrou novamente numa fria, quando a polícia de Indio, Califórnia, emitiu uma multa de trânsito, ao
verificar que a mulher que estava ao volante [N.T.: quando, Jimmy estaria “embriagado do Espírito” e não conseguia dirigir] era uma prostituta. Mesmo assim, Swaggart continuou desfilando, embora a multidão que o aplaudia já não fosse tão numerosa.  Em seu programa de 12/09/2004, ele disse: “Nunca encontrei um homem em minha vida, com quem eu quisesse me casar. Vou continuar franco e puro. Se alguém me olhar um dia, com suspeita, serei capaz de matá-lo e ainda dizer a Deus que ele morreu.”




Peter Popoff –

Nos anos 1980, o evangelista pentecostal Peter Popoff, tinha um ministério em 51 canais de TV e 40 estações de rádio, com uma renda anual de sete milhões de dólares. Ele também realizava cruzadas de curas em muitas cidades, durante as quais costumava exercer a “palavra de conhecimento”, declarando nomes, endereços e doenças das pessoas desconhecidas que ali compareciam. Contudo, em 1986, explodiu a notícia de que as admiráveis “revelações” de Popoff, na verdade, eram-lhe transmitidas pela esposa, após ter ela conversado com os membros da audiência e transmitido as informações via rádio, para o marido, através de um minúsculo receptor de ouvido.

         Um time de cépticos descobriu a fraude  e registrou as informações particulares, usando um scanner receptor e um equipamento de registro (Los Angeles Times, 11/05/1986). Quando questionado sobre a fraude, por John Dart, escritor de religião, para o Los Angeles Times, Popoff explicou que a sua esposa lhe transmitia apenas 50% das informações e que o restante vinha do Senhor! Popoff foi forçado a pedir falência, em 1987. Mas, em 1990, ele voltou ao negócio com um novo livro intitulado “Dreams”, o qual foi anunciado numa página inteira na revista Charisma.




Robert Tilton –

Votado como um dos líderes pentecostais mais populares entre os leitores da revista Charisma, em 1983, tendo aparecido na capa da revista em 1985, Tilton foi o fundador da Word of Faith Satellite Network, anfitrião nas transmissões  da Succcess-N-Life, fundador e pastor do Word of Faith Outreach Center, em Farmers Branch, Texas. Ele ensinava as doutrinas da Palavra da Fé, de Kenneth Hagin, prometendo prosperidade e cura àqueles que  sustentassem o seu ministério e exercitassem a fé. Ele escreveu: “Você é uma ... criatura semelhante a Deus” (Tilton´s God Laws of Success, pp. 170-171). Em 1990, ele disse: “Ser pobre é um pecado, visto que Deus promete prosperidade. Casa nova? Carro novo? Isto é ninharia. Nada pode se comparar  ao que Deus quer fazer por você”  (John Macarthur, Charismatic Chaos, p. 285). Em 1991, quando o seu ministério estava faturando 80 milhões de dólares, o império de Tilton foi sacudido por uma exposição na ABC-TV´s Prime Time, do seu extravagante estilo de vida e de suas práticas duvidosas de angariar fundos. Suas propriedades incluíam uma casa de 11.000 pés quadrados perto de Dallas, um condomínio na Flórida, um iate,  e outros pertences avaliados em 90 milhões de dólares. O show registrou que o ministério de Tilton atirava ao lixo milhares de pedidos de oração não lidos e, mesmo assim, Tilton dizia que orava por eles. Ele até havia afirmado: “Fico de tal modo no topo desses pedidos de oração, que sua química de fato entrou em minha corrente sanguínea, e ...tive dois AVCs” (Robert Tilton, Success-N-Life, 22/11/1991).

         Embora Tilton tivesse protestado ser vítima de falsidade e tenha processado a ABC por calúnia, o caso foi levado aos tribunais.  Por causa do escândalo, Tilton perdeu a maior parte da sua audiência na TV e dos membros de sua igreja, mas continuou no ar, pregando o evangelho da  prosperidade e pedindo donativos, prometendo bênçãos de Deus  àqueles que ofertassem.




Bob Jones –

Em 1991, as fitas K-7 do profeta de Kansas City, Bob Jones, foram retiradas do catálogo de produtos do Vineyard Ministries International, depois que ele admitiu o seu “fracasso moral” (Lee Grady, “Wimber Plots New Course for Vineyard”, Charisma, fev. 1993, p. 64). Jones estava usando sua suposta autoridade espiritual e “unção profética”, para induzir as mulheres a se despirem diante dele.




Jammie Buckingham - (1933/1992) –

foi o autor de 40 livros, com 20 milhões de cópias vendidas; editor chefe da revista Ministries Today; colunista da revista Charisma e pastor da Tabernacle Church, com 2.000 membros, em Melbourne, Flórida. Buckingham iniciou o seu ministério como pastor da Convenção Batista do Sul, mas, após ter sido “batizado no Espírito”, numa reunião do Full Gospel Businessmen´s Fellowship, ele se tornou pentecostal.  O “batismo no Espírito” de Buckingham transformou-o num radical ecumenista e ele passou a clamar pela unidade entre católicos e protestantes, batistas e pentecostais.  Num artigo intitulado “Bridge Builders” (Construtores de Pontes) (Charisma, março 1992, p. 90), ele afirmou que não existe vocação maior do que a de construir pontes entre pentecostais e católicos romanos e elogiou o rabino judeu Yechiel Eckstein por construir pontes entre os judeus e os cristãos. Buckingham ensinava que  Deus prometeu cura através do sacrifício remidor de Cristo e que, quando os médicos lhe diagnosticaram um câncer, em 1990, muitos pentecostais, inclusive Oral Roberts, profetizaram sua cura.  Buckingham contou que Deus lhe havia dito pessoalmente que ele iria viver “pelo menos até os 100 anos de idade, em perfeita saúde física e mental”.

        A edição da revista Charisma de Abril de 1991 publicou o seu testemunho em “My Summer of Miracles”. Vejamos um excerto desse artigo:

         “Certo dia, minha esposa, de repente,  disse em voz alta: ‘ sua cura foi comprada na cruz’... Foi então que eu descobri: Você tem o que declara. Se você quiser mudar alguma coisa, deve acreditar nisso o bastante para dizê-lo... Se você fala de pobreza, vais ser pobre. Se diz que está doente, vai ficar (e continuará) doente... Apesar do que muitos médicos disseram, eu me recuso a falar `meu câncer’. Ele não era meu. Era do diabo. Eu não tinha câncer. Eu tinha Jesus. O câncer estava tentando me possuir, mas a Palavra de Deus disse que eu estava curado através do que Jesus fez no calvário... Coloquei uma fita no meu VCR e me deitei no sofá. A fita era um sermão de Oral Roberts... Em seguida, eu me levantei do sofá, gritando: ‘Estou curado!’ Minha esposa pulou de sua cadeira, gritou: ‘Aleluia’! e durante os 30 minutos  seguintes, tudo que fizemos foi andar ao redor de nossa casa, gritando agradecimentos a Deus e proclamando minha cura”
(Jimmy Buckngham, “My Summer of Miracles”, Charisma, abril 1991).

        Dois meses após a publicação deste artigo, Jimmy Buckingham faleceu de câncer, 40 anos antes do seu 100º. aniversário. Ele não apenas conduziu muitos à apostasia, através do seu falso ensino, como enganou a si mesmo.




Earl Paulk –

A catedral, em Chapel Hill, perto de Atlanta, Georgia, fundada por Earl Paulk, tem sido atingida por escândalos morais e radicais ensinos falsos. No ápice do seu poder, Paulk gozava de excessiva influência. Foi o autor de muitos livros; tinha um grande ministério na TV; foi o fundador do International Charismatic Bible Ministries e profeta na Bill Hamon´s Christian International Network of Prophet Ministries. Paulk amalgamou as doutrinas da Palavra da Fé com a teologia reconstrucionista ou dominionista [N.T.: de Agostinho de Hipona] e promoveu amplamente sua doutrina entre os pentecostais.

        Quanto à doutrina da Palavra da Fé, Paulk ecoava Kenneth Hagin, Kenneth Copeland e outros [N.T.: mestres da fé], quando escreveu: “Do mesmo modo como cachorros têm cachorrinhos e gatos têm gatinhos, Deus tem os pequenos deuses. Até entendermos que somos deuses e começarmos a agir como pequenos deuses, não poderemos manifestar o Reino de Deus” (Earl Paulk, “Satan Unmasked”, pp. 96-97). Ele mistura sua teologia do Reino Agora da Palavra da Fé (a de que os cristãos são pequenos deuses, com a mesma autoridade de Cristo na Terra) com a doutrina dominionista, para unir todas as denominações, e em seguida, retomar o mundo que tem estado em poder de Satanás, a fim de que os cristãos governem a Terra, até a segunda vinda de Cristo. Ele ensina essa doutrina em livros como “Satan Unmasked” (1984); “Held in Heavens Until” (1985); “Ultimate Kingdom” (1986). Paulk escreveu em seu livro “The Wounded Body of Christ”: “Não precisamos nos preocupar sobre quando Jesus voltará. ELE NÃO PODE. Cristo só poderá regressar quando o povo de Deus tiver alcançado um avançado grau de unidade, no qual o Espírito e a noiva digam: ‘VEM’ (p. 73)”. Em 1992, a Chapel Hill Harvest Church tinha 12.000 membros e era uma das mais prósperas na América. Mas, naquele ano, Don Paulk, que ocupava uma posição acima do seu irmão Earl, admitiu ter tido relações “impróprias” com uma mulher do staff. Ele renunciou, mas, logo depois, foi reinstalado pelo concelho da igreja.  Algumas mulheres alegaram ter tido relações sexuais com os Paulks e, em 2001, uma das mulheres moveu uma ação judicial, afirmando que Paulk a havia molestado, quando era criança e adolescente, acusações que foram varridas para debaixo do tapete. Em 2005, um antigo membro da igreja, a solista Mona Brewer e seu marido Bobby, que eram os principais mantenedores da igreja, moveram uma ação judicial contra Paulk, alegando que Mona fora obrigada a ser sua amante, durante 14 anos. Mona contou que os membros da igreja eram condicionados a prestar irrestrita obediência ao pastor, o qual se autodenominava “Arcebispo Paulk”. Paulk ensinava que os que são espiritualmente elevados podem manter relações sexuais com as mulheres membros, sem que isto seja adultério. Ele chamava este tipo de relacionamento de “relações do reino”. Ela contou ainda que Paulk a dividia com outros membros da família e com os visitantes carismáticos da igreja. Esta causa foi publicada no programa Paula Zahn Now, na CCN, em 19/01/2006, e, mesmo assim, o programa de TV de Paulk na TBN ainda continuava no ar.




Clarence McClendon –

Em 2000, Clarence McClendon, pastor da igreja pentecostal da Harvest International, em Los Angeles,  e eminente “bispo” da International Communion of Charismatic Churches, divorciou-se da esposa  e, apenas uma semana depois, casou-se com outra mulher. Sua primeira  esposa, a qual o acusava de ser o pai de uma criança fora do casamento, pegou os três filhos e mudou-se para o Havaí, para onde Clarence foi, logo em seguida, como se nada tivesse acontecido, e lhe deu todo o apoio necessário. A revista Charisma observou que, “em apenas alguns meses, os membros da nova congregação já estavam dançando pelas naves de sua nova congregação e o talentoso e jovem pregador voltara ao circuito das conferências, sem qualquer inquirição... McClendon goza de fama na TV cristã e compartilha o púlpito com influentes líderes do nosso movimento”. (Lee Grady, “Sin in the Camp”, Charisma, Fev. 2002).




Robert Liardon –

Pastor do Embassy Christian Center, em Irvine, Califórnia, e influente autor pentecostal, reconheceu ter mantido um “relacionamento homossexual” (Charisma News, 31/01/2002) e, mesmo assim, estava de volta ao ministério, dentro de algumas semanas.




Paul Crouch –

da Trinity Broadcasting Network (TBN) foi apontado pelo Los Angeles Times, em 12/09/2004, como tendo pago 425.000 dólares a Enoch Lonnie Ford, empregado da TBN, pra evitar que este fosse a público com a alegação de que ambos haviam tido um encontro homossexual.  Foi depois que Ford o ameaçou com um processo que Crouch pagou quase meio milhão de dólares, a fim de mantê-lo calado. A TBN também pagou milhares de dólares de dívidas contraídas por Ford. Crouch negou as alegações e tentou denegrir o caráter de Ford, o que não foi difícil. Ford era um viciado em drogas e em atentados sexuais. Contudo, parece muito estranho que Crouch tenha pagado uma soma tão volumosa, caso não houvesse algo de verdade na alegação. Ford escreveu o seu testemunho do caso, mas foi silenciado pelos tribunais, depois que Crouch liquidou o assunto.




Paul Cain –

Em Outubro de 2004, Paul Cain, o mais influente profeta pentecostal, foi denunciado, por Rick Joyner, Mike Bickle e Jack Deere,   como homossexual e alcoólatra, alegando que Cain havia recusado a se submeter à disciplina [N.T.: do movimento Latter Rain] (“Paul Cain, Latter Rain Prophet of Renown Is Now Discredited“”; The Plumbline, Dez. 2004). Eventualmente, Cain admitiu o seu  pecado, dizendo: “Tenho lutado, por um longo período de tempo,  contra duas áreas particulares - o homossexualismo e o alcoolismo. Lamento por ter faltado com a verdade, em vez de as ter prontamente admitido”.  (A Letter of Confession, Fev. 2005).

http://web.archive.org/web/20050225053035/http://www.paulcain.org/news.html ).




Ted Haggard –

Em Novembro de 2006, Ted Haggard renunciou ao cargo de pastor sênior de uma igreja com 144.000 membros, a New Life Church, em Colorado Springs, e de presidente da National Association of Evangelicals, após a revelação de um escândalo com um prostituto homossexual chamado Mike Jones. Embora, a princípio, Haggard tivesse negado tal acusação, posteriormente ele admitiu o seu “lado escuro”. Uma carta de Haggard foi lida na  New Life Church, no dia 05/11/2006, na qual o fundador da igreja admitia ser “culpado de imoralidade sexual”, além de ser um “mentiroso e enganador”.  Ele disse: “Existe uma parte da minha vida que é por demais repulsiva e escura, contra a qual tenho lutado por toda a minha vida adulta”. Haggard é um pastor carismático, um neo-evangélico e um radical ecumenista. Em Outubro de 2005, ele disse: “A New Life não tenta converter os católicos, nem proíbe os seus membros de assistirem à missa católica”. (The Berean Call, Jan. 2006). Em Janeiro de 2009, Brady Boyd, o qual sucedeu Haggard como pastor sênior da New Life Church, revelou que Haggard também havia mantido um relacionamento sexual com um membro da igreja e que este “perdurou por um longo tempo”.  (“Disgraced Pastor Faces More Gay Sex Allegations”. AP, 24/01/2009).




Richard Roberts -

Em 2007, processos ... contra a Oral Roberts University foram feitos por ex-professores, alegando que o filho do seu fundador e sua esposa Lindsay haviam se apropriado indevidamente do dinheiro da escola e de outras impropriedades. Conforme o processo, eles haviam gasto centenas de milhares de dólares, para financiar o seu luxuoso estilo de vida, o qual incluía um haras para as suas filhas, uma viagem de 29.400 dólares para Orlando e as Bahamas, a bordo de um jato da universidade, para uma filha e suas amigas, e uma conta de 39.000 dólares em roupas, gastos num shopping, para Lindsay. (Healing ORU, Christianity Today, set. 2008). A ação alegou ainda que a casa de Roberts fora remodelada 11 vezes, nos últimos 14 anos; que Lindsay costumava passar noites na ORU com um garoto menor de 16 anos e, frequentemente, sua conta de telefone celular ultrapassava os 800 dólares mensais, com “centenas de mensagens textos enviadas entre uma e três horas da manhã, para garotos menores de idade, à custa da Universidade”  (“Oral Roberts University Faces The Blue Screen of Death”).

(http://shakespearessister.blogspot.com/2007/10/oral-roberts-university-faces-blue.html). Os professores foram demitidos por tentarem denunciar “os fracassos morais da liderança e suas impropriedades financeiras”. Em 13/11/2007, a fragilizada faculdade ORU aprovou um voto de não confiança contra Richard, o qual renunciou à presidência da mesma, em 23/11/2007. Lindsay é sua segunda esposa. Ele havia se divorciado da primeira esposa - Patti - em 1979.




Thomas Weeks III –

Em Agosto de 2007, Juanita Bynun acusou o marido, Thomas Weeks III, bispo da Global Destiny Church, em Atlanta, de empurrá-la, espancá-la, socá-la e derrubá-la (era o segundo casamento de ambos) e em Novembro de 2008, o xerife do condado foi a Weeks com a notícia de um despejo da propriedade da igreja pelo atraso de meio milhão de dólares no aluguel (Prosperity Gospel on Skid Row, Christianity Today, 15/01/2009).




Randy & Paula White –

No dia 23/08/2007, Randy & Paula White, co-pastores de uma mega-igreja carismática localizada em Tampa, Flórida, anunciaram que estavam se divorciando, após 17 anos de casamento. Randy falou que assumia a responsabilidade pelo desenlace, mas, finalmente, o casal culpou as duas direções diferentes que suas vidas estavam tomando (“Interruption, During Megapastors Divorce Announcement”, Tampa Tribune, 23/08/2007). Esta não é uma razão bíblica para o divórcio. Cristo deu apenas uma causa, que é a fornicação; mas, mesmo assim, os dois disseram “o desenlace não envolve qualquer terceira parte”. Se eles estão indo em duas direções diferentes, existe pecado de ambas as partes. Deus diz que a esposa é a ajudadora do marido e que ela deve cuidar da casa (Tito 2:4-5), e que o marido deve “coabitar com ela com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida” (1 Pedro 3:7). Randy tem passado meses viajando para Malibu, Califórnia, onde tem um rancho em frente à praia. Paula, uma pregadora e preletora motivacional, faz muitas viagens a San Antonio, para falar, e ali, recentemente, comprou uma casa, sendo “pastora supervisora” no Family Praise Center. Ela também viaja frequentemente a Nova York, onde tem um condomínio na Trump Tower e dirige cultos mensais na New Life, pelo Design Empowerment Center. Isto é uma aberta desobediência à Palavra de Deus, a qual proíbe a mulher de pregar e de ser pastora (1 Timóteo 2:12). E este não é o primeiro divórcio destes dois pregadores carismáticos. O casal tem quatro filhos de seus casamentos anteriores.  A verdade é que eles estão pecando contra a Palavra de Deus, ao mesmo tempo em que alegam estar passando por uma provação, como vítimas das circunstâncias, o que, infelizmente, é típico entre os carismáticos de hoje.  Quando Paula apareceu no Carman´s Show, na TBN, em 12 e 13/09/2007, foi saudada com muito aplauso. Ela disse à entusiasmada multidão: “Algumas das maiores realizações dos homens e mulheres de Deus... aconteceram em situações adversas, aos que se opõem... Você pode gravitar, levantar as mãos e dizer: `OK, Deus, não vou aceitar isto; nem sequer gosto disto. Mas o que tens a me dizer?  Não vou desistir’! ”José e Jacó poderiam ter dito coisas assim, tomando uma posição ou simplesmente confiando em Deus, numa provação imerecida; mas quando alguém está sofrendo por causa do próprio pecado e rebelião às Escrituras, a história é bem diferente! Na 1 Pedro 2:20, lemos: “Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus”.  Um artigo no Tampa Tribune, em Maio de 2007, incluía declarações de ex-empregados da Without Walls, testificando que os Whites haviam desviado o seu foco para o dinheiro e a fama. Eles pregam uma mensagem carismática de prosperidade e vivem luxuosamente.  Sua casa em Tampa está avaliada em 2,22 milhões de dólares e o condomínio em Nova York, em 3,5 milhões de dólares. Enquanto isso, em Novembro de 2008, a Evangelical Christian Credit Union instaurou um processo, exigindo o pagamento de 12 milhões de dólares pela hipoteca da propriedade da igreja.




Todd Bentley –

Em Agosto de 2008, o “Derramamento de Lakeland” com quatro meses de duração, liderado por Todd Bentley, terminou com um escândalo. Alguns haviam profetizado que a cruzada de cura em Lakeland, Flórida, seria o começo de um reavivamento nacional e que cidades inteiras seriam “dominadas”. Na verdade, o Derramamento de Lakeland é que foi dominado, após Todd Bentley ter anunciado que estava se separando da esposa (“Todd Bentley, Wife Separating”, Charisma, 12/08/2008).

Uma semana depois, foi novamente anunciado que Bentley estava deixando o cargo de presidente do Fresh Fire Ministries, depois que o ministério revelou que ele mantinha uma “relação não saudável”  com uma mulher da organização (Bentley Stepping Down, OneNewsNow, 19/08/2008).  As reuniões de Lakeland começaram em 02/04/2008, na Ignite Church, e continuaram à noite, em vários locais, por mais de três meses, com Bentley usando sua medicação, puxando as pessoas pela fronte, empurrando-as, girando o “Espírito Santo”, murmurando blá-blá-blás e gritando: “Venham recebê-lo”, enquanto cambaleava ao redor, como um bêbado. Ele bateu no rosto de uma senhora idosa, chutou as pernas de uma mulher paraplégica, na plataforma, socou um homem no estômago e espancou outro, de tal maneira que um dos dentes lhe saltou da boca.

Meus amigos, Deus nos deu instruções claras  na Escritura sobre a cura, e Tiago 5 não descreve esse tipo violento de “cruzada de cura”. Acreditamos na cura divina ainda para hoje, mas não acreditamos nesses “showmen” pentecostais.   Vejam: “I Believe in Miracles”:

(http://www.wayoflife.org/fbns/ibelievein-miracles.html).




Michael Guglielmucci –

Também em Agosto de 2008, Michael Guglielmucci, da Assembleia de Deus na Austrália, admitiu que estivera  mentindo sobre um avançado caso de câncer do qual estaria tomado. Nos últimos dois anos, ele, que era um líder popular da adoração contemporânea e ex-pastor, vivia declarando que estava com um câncer terminal. Ele até gravou uma canção chamada “O Curador”, a qual se tornou um sucesso nas paradas e figurou no último Álbum Hillsong. Durante dois anos, ele supostamente enganou até a esposa, os pais e os amigos mais íntimos, para que pensassem que ele tinha um câncer terminal. Ele enviou e-mails de falsos médicos para a esposa, raspou a cabeça, andava de bengala e carregava uma garrafa de oxigênio. Na apresentação de uma igreja, ele atraiu 1/3 de milhão de pessoas, no YouTube, cantando com um tubo de oxigênio no nariz. Ele disse que o Senhor havia lhe dado a canção, depois que ele soube que tinha “uma forma agressiva de câncer”.  Agora, ele afirma que mentiu sobre o câncer, a fim de esconder uma dependência de longo tempo pela pornografia. Ele é o ex-pastor de uma das maiores igrejas da Austrália, chamadas Planetshakers.  Mais recentemente, ele era o líder da adoração na Edge Church International, uma congregação das Assembleias de Deus, pastoreada por seu pai, Danny. Hillsong é um ministério da Hillsong Church, em Sidney, uma das maiores igrejas da Austrália, muito importante no campo da adoração contemporânea. Brian Houston, que agora pastoreia a igreja, junto com a esposa, é o presidente das Assembleias de Deus, na Austrália (as quais foram renomeadas Australian Christian Churches).

****************************************************************





NOTA: Tenho examinado e reexaminado, durante mais de três décadas,  os movimentos pentecostais/carismáticos, desde que fui levado a Cristo por um pentecostal, em 1973, e comecei a buscar a vontade de Deus sobre o falar em línguas e os dons miraculosos das igrejas primitivas. Construí uma volumosa biblioteca de material sobre este assunto, entrevistei pentecostais e carismáticos, tendo assistido a conferências com credenciais da imprensa. Dediquei-me a este estudo de mente aberta, a fim de me comprometer somente com a verdade e com nenhuma tradição nenhuma.  Sou membro de uma Igreja Batista Independente, mas a doutrina e a prática batistas não são a minha autoridade; somente a Bíblia. Cada nova avaliação do Movimento Pentecostal/Carismático tem-me trazido uma crescente convicção de que ele não é bíblico e é perigoso. Este livro começa com a minha experiência  com o Movimento Pentecostal.  A próxima sessão trata do Movimento, começando com a entrega de sinais miraculosos, a partir da segunda metade do século 18.

Em seguida, examino os movimentos do século 19, os quais levaram à criação do Pentecostalismo e ao desabrochar do “falar em línguas”, com a Charles Penham’s Bible School, em Topeka, Kansas, em 1901, e a Missão de William Seymour, na Rua Azuza, em Los Angeles, 1906.

Vamos examinar algumas das principais denominações pentecostais: o Latter Rain; os principais evangelistas da cura; as Sharon Schools e a Nova Ordem do Latter Rain; os Manifestos Filhos de Deus; o Movimento Palavra da Fé e os líderes principais; o Movimento Carismático; a Renovação Carismática da Igreja Católica Romana; os profetas pentecostais; a Terceira Onda e os recentes escândalos pentecostais. Concluímos a sessão histórica com uma olhada no fenômeno do Reavivamento do Riso. Na última sessão do livro, tratamos dos erros teológicos dos movimentos pentecostais/carismáticos (que exaltam a experiência acima da Escritura, com ênfase nos milagres apostólicos e messiânicos, os quais podem ser reproduzidos pelo Espírito Santo, o batismo no Espírito Santo, o batismo de fogo, a exaltação do Espírito Santo, as línguas hoje faladas, o aperfeiçoamento sem pecado, a cura garantida na Reparação, o cair no Espírito, a embriaguez no Espírito, as visões de Jesus, as viagens ao céu, as mulheres pregadoras e o ecumenismo). A última sessão do livro responde a pergunta: “por que as pessoas são tão iludidas pelo erro pentecostal/carismático?” David e Tami Lee, ex- pentecostais,  após terem revisado uma sessão do livro, disseram: “Muito bem feito! Oremos para que Deus use este livro para abrir os olhos de muitos e ajudar a guardar muitos dos Seus filhos desse
engodo”. Mary Keating, também ex-carismática, disse: “O livro é excelente e não tenho dúvida de que o Senhor vai usá-lo de maneira poderosa. Amém”.

O livro contém 377 pp., custa US$9,95, e está disponível na Way of Life Literature, P. O.Box, 610.368, Port Huron MI, 48061.




David Cloud - Excerto do livro supracitado.

Tradução de Mary Schultze, 17/04/2009.

Revisado por Humberto Fontes



 




Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/Seitas/ Pentecostalismo/
(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )