MATÉRIA PUBLICADA NO JORNAL DIÁRIO DA MANHÃ SOBRE

DENTE DE OURO

 

Jornal Diário da Manhã

Goiânia, terça-feira, 1.º de dezembro de 1992



 

Os Dentes de Ouro

 





Senhor redator

Tenho acompanhado um determinado movimento no meio de algumas igrejas de Goiânia e fora daqui, especialmente Assembleia de Deus, Luz para os Povos e Comunidade Evangélica. É o caso do aparecimento dos dentes de ouro na boca de seus adeptos. Os jornais já focalizaram o assunto.

Quero afirmar que o fenômeno em primeiro lugar aconteceu na vida de Dona Guilhermina de Morais da Rocha, mãe-de-santo em Salvador, Bahia, em janeiro de 1985. O jornal A Tarde trouxe na época: "Mãe Guilhermina confessa que uma restauração em sua boca se transformou em ouro, da noite para o dia, atribuindo o milagre a Oxalá e concluiu que 3 dias depois do acontecimento, em Feira de Santana, o pai-de-santo Zé Gomide do centro 7 Caboclos, também recebeu o mesmo fenômeno com 2 dentes inteiros de ouro". O escritos baiano Sérgio Antunes de Ávila afirmou em seu livro "Fenômenos do Mundo Espiritual", à página 57, o seguinte: "Os guias espirituais advertem que não se faça divulgação do aparecimento de jaquetas, obturações e dentes de ouro, fenômeno que está se propagando em vários centros e terreiros da Bahia. Os bons espíritos afirmam que haverá uma ordem de Oxalá, o grande Maitreya de uma Nova Era, para a divulgação do fato, nas proximidades do ano 2.000 quando logo após já estaremos na Era de Aquários. Até lá várias pessoas serão agraciadas com o fenômeno, de maneira especial indivíduos voltados para a espiritualidade, que anseiam por merecedores de dons e milagres do divino. Fiéis de várias religiões serão agraciados com o especial mistério. É a preparação para o reinado do Grande Ser, que dominará o mundo com uma só religião. É o cumprimento da palavra de Jesus: E surgirá um fazendo tão grandes sinais, prodígios e maravilhas, nos fins da era" (Era de Peixes para a de Aquárius). Mas fica a advertência: Esperem a ordem de Oxalá para a sua divulgação, perto do ano 2000, com a chegada do Homem Forte, o Grande Maytreia". O livro de Sérgio Ávila foi editado em 1987.
[Maitreya: é o Messias da Nova Era. Este movimento publicou, em 25/04/82, um anúncio de página inteira em jornais de grande circulação, com os seguintes dizeres: "Cristo está agora entre nós. Ele não vem para nos julgar, porém para ajudar a humanidade e para inspirá-la. Ele é Maitreya, o educador do mundo e da nova geração humana, uma pessoa para qual existem diversos nomes: o Messias dos Judeus, o quinto Buda dos Budistas, o Mahdi dos muçulmanos e o Krishna dos Hindus. Agora ele se revelará para nos conduzir a uma nova era. Sua presença nos garante que não haverá uma terceira guerra mundial"].

O fenômeno no seio daquelas igrejas que mencionei no início da carta é a continuação do plano global para a mudança do mundo. Os crentes agraciados com o Dom não devem promover a sua divulgação, aguardem a ordem para a ampla propaganda que será efetuada em todos os lugares, no momento certo. Aqui em Goiânia, temos dezenas de espiritualistas, umbandistas que receberam os dotes de ouro em suas bocas, mas aguardam as ordens superiores para a divulgação.

Muito obrigado pela publicação. Sou leitor assíduo do Diário, jornal pelo qual tenho uma apreciação singular. Parabéns.

Atenciosamente,

Firmino Salles de Lima Albuquerque - Pai-de-santo há mais de 20 anos.


 





Aqui termina a citação do jornal e começa o comentário do Pr. Ferraz:
 

O fenômeno do dente de ouro têm servido para dividir os crentes. Somente isto seria motivo suficiente para crer que tal fenômeno não é de Deus, pois tudo que Deus faz, Ele faz para unir o seu povo e não para dividir. De um lado há um grupo eufórico que não têm dúvida alguma que esta manifestação seja de Deus. Do outro lado há os céticos que negam a evidência do fenômeno, procurando dar uma explicação racional.

Não negamos o fenômeno, porém não afirmamos que seja sinal divino. Cremos que tal fenômeno vêm ocorrendo, porém questionamos a sua origem. É realmente uma manifestação divina? Qual seria o propósito de Deus manifestar-se dessa forma em nossos dias? Há qualquer paralelo ou base bíblica direta para esse fenômeno? Que resultado esse fenômeno provoca na pessoa que o recebe? Orgulho espiritual do tipo "sou melhor que você porque Deus me restaurou um dos vários dentes"? Pessoas que já receberam o dente de ouro estão se considerando mais espirituais do que as outras. Igrejas que acreditam no fenômeno, como manifestação divina, têm considerado aquelas que ainda não receberam o sinal, como igrejas carnais. Isto é da vontade de Deus? Porque Deus utilizaria ouro em vez de utilizar matéria prima de sua criação, o esmalte, que foi utilizado na criação dos dentes. O dente de ouro é mais perfeito do que o de esmalte? O cego de Jericó (Lc.18:35-43) teve seu olho restaurado com matéria prima original, carne, sangue, veias, nervos, ou com vidro ou fibra ótica? Jesus não criou um óculos (que é feito de vidro) para o cego, mas restaurou-lhe os olhos. Porque Deus restauraria os dentes com ouro em vez de esmalte? Quem usa ouro são os dentistas, porque não podem recriar os dentes cariados com esmalte. Isto é obra de Deus, que tudo faz perfeito. Mas estou certo de que os próprios dentistas, caso pudessem, prefeririam fazer restaurações originais, usando esmalte ao invés do ouro ou da amálgama. Muitos dentistas examinaram alguns crentes, "agraciados" com o fenômeno, e constataram tratar-se de um fato cientificamente explicável. Muitos estão utilizando um material diferente da amálgama de prata, material este que assume coloração dourada após algum tempo na boca, por causa da ionização do organismo.

Seria esta manifestação um sinal inconfundível da manifestação de Deus? Este sinal, que se diz ser divino, pode ser realizado por Satanás? Parece que sim: "...segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça... (II Ts.2:9,10). Pode este sinal ser realizado pelos homens? Os dentistas podem fazê-lo? Como se explicam as mesmas manifestações ocorrendo entre os adeptos de seitas heréticas?

A manifestação de Deus é inconfundível, pois tudo que Deus faz é perfeito, e tem o propósito de unificar os crentes. Para aqueles que insistem na crença deste fenômeno, convém a advertência bíblica: Rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles (Rm.16:17). O maior sinal da manifestação de Deus na vida dos crentes, é o fruto do Espírito (Gl.5:16-26), e este sinal Satanás não pode copiar nem imitar ou fraudar!




 



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).




(retorne a http://solascriptura-tt.org/Seitas/ Pentecostalismo/
(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )