As Escrituras de Deus condenam o espiritismo, espiritualismo, bruxaria, kardecismo, mesa branca, umbanda, candomblé, macumba, xangô, quimbanda, vodu, bruxaria, magia, reencarnação, mediunidade, toda comunicação ou tipo de contato e relacionamento com mortos e entidades espirituais.


Espiritismo





O que é Espiritismo? O Espiritismo é uma doutrina religiosa baseada na crença na existência do espírito (alma) independente do corpo e em seu retorno à Terra em sucessivas encarnações, até atingir a perfeição.

O Espiritismo é um complexo de doutrinas baseadas na crença na eternidade da alma e da possibilidade de comunicação entre vivos e mortos, isto é, entre encarnados e desencarnados.

Líder fundador
: O fundador do Espiritismo é o francês Denisard Léon Hippolyte Rivail. Rivail nasceu em Lyon em 03/10/1804 e morreu em 1869.

Em 1854, Rivail testemunhou uma manifestação de escrita mediúnica e concluiu que tal fato decorre da manifestação de espíritos sem a interferência humana. Em 1857, após ter contato com espíritos que revelaram que em vida passada havia se chamado Allan Kardec, publica com este pseudônimo O Livro dos Espíritos, obra fundamental da doutrina espírita kardecista.

Kardec escreveu vários livros: O livro dos Médiuns (1861); O evangelho Segundo o Espiritismo (1864); O céu e o Inferno (1865) e A Gênese (1868).

Segundo os próprios ‘espíritas’, o primeiro grupo Kardecista chegou ao Brasil em 1873. O Espiritismo disseminou-se com grande força no Brasil.Em 1990, a Confederação Espírita do Brasil afirmava que já eram 10 milhões os adeptos do espiritismo.

No Brasil, assim como na maioria dos países católicos, a doutrina espírita/kardecista encontrou solo fértil para se proliferar. Isso se deve ao fato de que a doutrina Católico-romana admite o princípio de uma ligação entre os vivos e mortos, quando prega a influência dos santos defuntos sobre a vida dos fiéis.


Doutrinas do Espiritismo

Deus: Supremo Criador do Universo, a suprema inteligência e a causa de todas as coisas.

Jesus
: É o espírito do mais alto nível, o mais desenvolvido e exemplo de perfeição moral, por isso, ele é grande Mestre. Ele não é Deus; é um dos filhos de Deus; é o mestre desse planeta; chegou a um estado de perfeição, conhecimento e pureza através de muitas reencarnações.

Veja o que o Espiritismo diz sobre Jesus: "Importa, pois, (que) se risquem os milagres do rol das provas sobre que se pretende fundar a divindade da pessoa de Cristo" (Obras Póstumas, p.126).

E ainda: " Após o suplício de Jesus, seu corpo se conservou inerte e sem vida; foi sepultado como o são de ordinário os corpos e todos puderam ver e tocar. Após a sua ressurreição, quando quis deixar a Terra, não morreu de novo; seu corpo se elevou, desvaneceu e desapareceu, sem deixar qualquer vestígio, prova evidente de que aquele corpo era de natureza diversa da do que pereceu na cruz" (A Gênese, p. 353).

O Espiritismo não só nega a humanidade de Jesus e sua ressurreição corporal, mas também a Sua divindade: "Segundo definição dada por um espírito ele (Jesus) era um médium de Deus". ( A Gênese, p. 311)

O Espírito Santo: "Por mais se deseje antepor argumentos negativos ou de cunho cepticista, a Mensagem Kerdequiana, sem qualquer sombra de dúvida, é o Consolador prometido por Jesus" (Enfoques Espíritas, p. 15). Veja ainda: "Dando vigor e lógica, ênfase e atualidade ao espírito das lições evangélicas, a doutrina cristã, toda, inteira, na sua moral incomparável, ressurge no Espiritismo, o Consolador que as repete, trazendo novas revelações, atuais rumos para conduzir com segurança o homem intelectualizado destes tempos, não, porém, necessariamente moralizado, já nem sempre esta conquista acompanha aquele progresso" (Enfoques Espíritas, p. 17). E ainda: "Consolador inexaurível, o Espiritismo é a renascença do Cristianismo primitivo..." (idem, p.18).

O Ser humano
: Para o Espiritismo o ser humano é um espírito com um corpo emprestado.

Espírito/alma:
"Os espíritos são individualizações do princípio inteligente; através de múltiplas encarnações atinge estágios mais elevados de inteligência e amor". (Palestra de um Médium espírita).

Reencarnação:
Segundo o Espiritismo "é a volta do espírito* através de novo corpo de carne, ou seja, um outra encarnação. Através desse processo, de vidas sucessivas, o espírito vai se aperfeiçoando, desligando-se dos laços materiais que ainda o prendem, a caminho da perfeição (...) é óbvio que devemos passar por inúmeras existências corporais (...) O número dessas existências vai depender de nós, do aproveitamento que tivermos nas nossas vidas sucessivas (...) depois da última encarnação, teremos alcançado a posição de espírito puro" (Mundo dos Espíritos, p.92) (* Obs.: nos livros espíritas a palavra "espírito" sempre aparece com letra maiúscula)

Há, segundo a doutrina espírita três graus de espíritos:

1. Espíritos maus e ignorantes
2. Espíritos bons
3. Espíritos perfeitos.

Os espíritos seguem a lei do Carma: "Cada espírito é responsável pela sua própria ação e para cada ação há uma reação". Como progredir? O espiritismo responde: "Fora da caridade não há salvação" (Kardec, citado por Franco in: Enfoques Espíritas, p. 17). Portanto, o espiritismo considera o homem o único responsável por sua felicidade, progressão e salvação, já que tudo depende de seus atos.

Comunicação com os espíritos
: Espíritos desencarnados podem, segundo a doutrina kardecista, se comunicar com espíritos encarnados, e afirmam que "só os espíritos bons é que se comunicam"

Diabo:
Para o espiritismo o mal não existe; portanto, o diabo não passa de uma ficção. A causa do mal são os espíritos maus e ignorantes.

Sessões espíritas
: 1) oração para o espírito guia; 2) Leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo; 3) Contato e incorporação do espírito; 4) estudo das doutrinas kardecistas. (Obs.: a forma das cessões podem ser diferentes, mas a essência sempre é a mesma).


Cristianismo e Espiritismo: Há porventura algo em comum?

O Cristianismo afirma que a Bíblia é Verdade de Deus Revelada e, por isso, as Sagradas Escrituras são a Regra de Fé e Prática para vida cristã autêntica.

O Espiritismo tem a Bíblia Sagrada como um grande livro. Veja:
"A Bíblia é, penso eu, um dos melhores livros sagrados de todos os tempos" (Dr. Moses Hull in: Biblical Spiritualism, apud. "Eu Falei com espíritos", p.40).

Contudo, não sejamos ingênuos quanto a esta afirmação, pois no mesmo parágrafo, este que foi um grande vulto do espiritismo norte americano, escreve: "Não cremos na inspiração verbal da Bíblia (...) A inspiração verbal da Bíblia é uma teoria supersticiosa (...) Nos capítulos seguintes a luz sagrada do espiritismo é aplicada à Bíblia e ela se torna, na verdade, ’uma lâmpada para nossos pés e uma luz para nosso caminho". ( idem, p.40).

Veja ainda: "Nem a Bíblia prova coisa nenhuma, nem temos a Bíblia como probante. O Espiritismo não é um ramo do cristianismo como as demais seitas chamadas cristãs. Não assenta os seus princípios nas Escrituras. Não rodopia junto a Bíblia. A discussão, no terreno em que se acha, seria ótima com católicos, visto como católicos e protestantes baseiam os seus ensinos nas Escrituras. Mas nossa base é o ensino dos espíritos, daí o nome: Espiritismo". ("A Margem do Espiritismo", p. 214).

A verdade é que o espiritismo não usa a Bíblia enquanto esta contesta as suas doutrinas, por outro lado, não cessa de citá-la, de forma deturpada, com o fim de mostrar que suas doutrinas podem ser encontradas também nela. Aliás, esta é uma prática muito usada pelo diabo, e bastante conhecida daqueles que lêem a Bíblia, não segundo ‘espíritos’, mas segundo o Espírito Santo.

Veja: Gênesis: 3, 3-4: Deus disse: "Não comereis, nem tocareis, para que não morrais"
A serpente disse: "É certo que não morrereis". O diabo contesta a Palavra usando a própria Palavra de forma invertida ou adulterada. Podemos, também, conferir este fato quando das tentações que o diabo lançou sobre Jesus (Lc. 4,1-13; Mt. 4,1-11). Conforme vemos nestes versículos, o diabo usa a Palavra de Deus de forma des-contextualizada. O espiritismo afirma com veemência que os ‘espíritos’ é que elucidam o texto sagrado, isto é, só se pode conhecer o que a Bíblia diz a partir da doutrina espírita: "Jesus é a verdade, Kardec faz-se o elucidador da revelação da verdade. Jesus é o Pastor, Kardec é a voz que chega às ovelhas, reconvocando-as para o redil".(Enfoques Espíritas, p.18). Desta forma, o Espiritismo pode afirmar: "É impossível dissociar o Espiritismo da doutrina cristã" (idem, p.15) E ainda:

"Sem o cristianismo, não há o Espiritismo; todavia, sem este, o Cristianismo perde sua força e o vigor da sua lógica, da sua contemporaneidade de todos os tempos". (idem, p.18)


Rev. Ézio Martins de Lima


Recomendamos que leia http://solascriptura-tt.org/seitas/EspiritismoALuzEscrituras-HelioNira.htm




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ Seitas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )