UMA IGREJA BATISTA DEVE ORDENAR DIACONISAS?


http://www.geocities.com/wbtbrazil/lajusticeumaigrejabatistadeveordenardiaconisas.html
justicela sinal-de-arroba juno.com Pastor Laurence A. Justice

Algumas igrejas famosas, no sul dos Estados Unidos fizeram votação para que se ordenassem (consagrassem) mulheres como diaconisas [NOTA de HÉLIO]. Entre estes Batistas, alguns anos atrás, um pastor designou uma comissão, a fim de examinar o que a Bíblia diz sobre este assunto e levar o resultado diante da igreja. Após receber o relatório desta comissão e a pedidos insistentes do pastor, a igreja votou que se ordenassem as diaconisas. O povo da associação ficou tão injuriado que na reunião anual feita a seguir, os representantes votaram não dar lugar na reunião aos representantes dessa referida igreja. Outras igrejas grandes do nosso estado agora começaram a pensar na idéia de se ordenarem diaconisas.

A palavra grega para ordenar é "kathistemi" e é usada 21 vezes no Novo Testamento. Significa, geralmente, separar para certo ofício ou serviço especial. A palavra ordenar é usada em referência aos oficiais da igreja local neo-testamentária em Atos 16:13, onde se refere aos diáconos e em Tito 1:5, onde se refere aos presbíteros (anciãos) ou pastores das igrejas. Os aspectos centrais de um culto de ordenação no Novo Testamento era a imposição das mãos e oração. Podemos ver isto em Atos 6:1-7 e Atos 13:1-3. A pergunta sobre a qual trataremos neste livro pequenino é: Uma Igreja Batista Deve Ordenar Diaconisas?


O QUE DIZ AS ESCRITURAS?

Romanos 16:1-2. "Recomendo-vos, pois, Febe, nossa irmão, a qual serve na igreja que está em Cencréia, para que a recebais no Senhor, como convém aos santos, e a ajudeis em qualquer coisa que de vós necessitar; porque tem hospedado a muitos, como também a mim mesmo".

Febe era uma senhora, membra da igreja em Cencréia e Paulo a chama aqui de serva, que é traduzida da palavra grega "diakonos". É a mesma palavra traduzida como diácono em Filipenses 1:1. A palavra diácono significa servo. Paulo chama Febe de serva, da igreja em Cencréia, nestes versículos. Os que são a favor de que se ordenem diaconisas [NOTA de HÉLIO] quase sempre citam Romanos 16:1-2 e dizem que Febe era diaconisa e portanto, a Bíblia defende que elas podem ser ordenadas para este ofício.

Mas a palavra "diakonos", usada por Paulo em referência a Febe, não é um termo técnico e significa simplesmente uma serva. Paulo, ao aplicar este termo a Febe não diz que ela era uma oficial ordenada na igreja, mas sim que era uma serva. O Senhor Jesus usa o termo servo (diakonos) neste mesmo sentido não-técnico em Marcos 10:43, ao dizer: "qualquer que dentre vós quiser ser grande, será vosso serviçal", ou servo (diakonos). O Senhor não disse, nem quis dizer aqui: "Qualquer que entre vós quiser ser grande, será vosso diácono". Este termo é um substantivo comum e não próprio, referindo-se a um ofício na igreja.

Febe era uma serva na igreja, do mesmo modo que tantas outras senhoras o foram em suas igrejas durante os séculos. Isto não significa que tinha um cargo (ofício ordenado) na igreja. Febe era serva, por causa de seus atos de caridade e hospitalidade, pois em Romanos 16:1-2 Paulo se refere a ela como hospedeira (literalmente uma ajudante), "porque tem hospedado a muitos, como também a mim mesmo". Febe ajudava muita gente em necessidade e era boa para com quem precisasse de bondade. Ela servia à igreja ao hospedar e socorrer os irmãos em Cristo.

Lucas 8:3 fala de algumas mulheres que "serviam" ao Senhor com seus bens e a mesma palavra usada em Lucas 8:3 é traduzida "hospedado" em Romanos 16:2. Febe era serva da igreja em Cencréia num sentido não-técnico como fica óbvio ao se comparar Romanos 16:1-2 com outros versículos na Bíblia. Além de Romanos 16:1 não há nenhuma alusão no Novo Testamento de mulheres jamais servindo como diaconisa.

Gálatas 3:28.
"Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus".

Quem defende a ordenação de mulheres como diaconisas [NOTA de HÉLIO] sugere que este versículo ensina que cada membro da igreja é igual e assim não se deve fazer diferença entre homens e mulheres na ordenação de diáconos. Gálatas 3:28 ensina o sacerdócio de todos os crentes e que mulheres têm o mesmo acesso a Deus que os homens, através de Jesus Cristo. As mulheres crentes são igualmente eleitas com os homens que pertencem ao Senhor. As mulheres que crêem em Cristo são igualmente justificadas e têm todos os privilégios da justificação e santificação que os homens crentes têm. Gálatas 3:28 ensina que a mulher em Cristo é espiritualmente igual ao homem em Cristo.

Embora seja verdade que as mulheres são iguais aos homens em termos de redenção, também é verdade que não são iguais a eles em suas funções na igreja. Paulo, o mesmo apóstolo que escreveu Gálatas 3:28 diz em outros versículos da Bíblia que ainda há divisões e variedades de funções na igreja.

Por exemplo: I Coríntios 11:3 afirma claramente que as mulheres não têm funções iguais aos dos homens na igreja. "Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem é a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo".

I Coríntios 14:34-35 instrui as mulheres a que fiquem em silêncio nos cultos de adoração da igreja. Isto certamente não será soa como se as mulheres fossem iguais aos homens, em função, na igreja. "As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei. E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja".

Paulo diz em Efésios 5:22-24: "Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, em tudo sujeitas a seus maridos". Isto, com certeza, não parece mostrar que as mulheres são iguais aos homens, em função, na igreja.

Em I Timóteo 2:11-12 Paulo diz: "A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio". Estes versículos também não parecem mostrar que as mulheres têm as mesmas funções que os homens na igreja.

I Coríntios 12 indica que nem todos têm a mesma função na igreja. O versículo 14 diz: "Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos". O versículo 15 diz: "Se o pé disser: Porque não sou do corpo; não será por isso do corpo"? Versículo 20 diz: "Assim , pois, há muitos membros, mas um corpo". E no versículo 23 está escrito: "E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra". É óbvio aqui que Paulo não considera todos na igreja como iguais em funções. Pelo contrário, ele diz que cada membro tem uma função diferente e diversificada.

Vamos voltar à Gálatas 3:28. Aqueles que querem ordenar diaconisas colocam a palavra "igreja" no lugar da palavra "Cristo" neste versículo, fazendo com que se leia assim: "Não há macho nem fêmea ….na igreja". Note, cuidadosamente, que é em Cristo que não há macho nem fêmea. Mas, Cristo e a igreja não são a mesma coisa.

Deus fez uma distinção bem clara entre homem e mulher e o papel que cada um tem em Sua igreja. A diferença de sexo é irrelevante na redenção, mas a diferença existe se nos referimos à adoração e normas da igreja. A igualdade sobre a qual Gálatas fala tem a ver com a vida espiritual e posição em Cristo diante de Deus. Isto não entra em conflito no que diz respeito a diversidade de cargos (ofícios), responsabilidades e dons na igreja e no mundo, ensinadas em outras passagens no Novo Testamento. Gálatas 3:28 não ensina que homens e mulheres são iguais em tudo na igreja. Ele não permite que as mulheres sirvam nos ofícios ordenados (consagrados como pastora ou diaconisa) na igreja. Gálatas 3:28 não tem nada a ver com o assunto de se ordenar diaconisas [NOTA de HÉLIO].

Atos 6:1-7.
Esta passagem conta sobre a escolha dos primeiros diáconos da igreja primitiva em Jerusalém. Os apóstolos ao instruírem a igreja para escolher estes diáconos apresentam uma lista com algumas qualificações que devem ter, e uma delas requeria especificamente que fossem homens. Versículo 3: "Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio".

A palavra grega traduzida como homens, neste versículo é "aner", a qual nunca é usada para o sexo feminino no Novo Testamento. Ela sempre se refere a uma pessoa do sexo masculino. E até possui em seu significado a conotação de marido. Nenhuma mulher foi escolhida nesta primeira eleição e isto não aconteceu porque os apóstolos disseram à igreja para escolher sete homens a serem ordenados diáconos.

1 Timóteo 3:11-12.
Aqui, Paulo apresenta uma lista das qualificações para quem quer servir como diácono numa igreja. "Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias casas". O versículo 12 afirma claramente que os diáconos devem ser "…maridos…" e a palavra grega aqui, mais uma vez, é aner, a qual vimos traduzida como homens em Atos 6:3. Obviamente, só poderia se referir a pessoas do sexo masculino. Os diáconos devem ser maridos de uma só mulher. E as mulheres não podem qualificar fazer isto. Portanto os diáconos têm que ser homens. I Timóteo 3:12, por si só, é bastante para nos fazer saber que uma mulher não pode ser diaconisa.



ALGUMAS RAZÕES GERALMENTE DADAS PARA SE ORDENAREM AS DIACONISAS

Há quem diga que os ensinamentos bíblicos, em relação às mulheres foram escritos para as pessoas nos tempos bíblicos. Quando os tempos mudaram, mudando também os costumes sociais, os ensinamentos de Paulo sobre as mulheres não são mais relevantes. Estas pessoas argumentam que os ensinamentos do Novo Testamento em relação às mulheres refletem simplesmente os costumes sociais e culturais daquela época e que Paulo, ou por ser um machista ou porque temia ser considerado um revolucionário, acomodava seus ensinamentos a estes costumes.

Mas não há razão para se crer que os ensinamentos de Paulo sobre as mulheres sejam condicionados à cultura. Ao ensinar sobre as mulheres na igreja, Paulo não se curvava ao costume social, mas expunha princípios que são ligados e relevantes para todo mundo, em todas as épocas.

A responsabilidade das mulheres de ficarem em silêncio na igreja não é uma exigência cultural do mundo greco-romano da época de Paulo. É antes uma questão da lei de Deus. Examine I Coríntios 14:34: "As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei". Paulo fala sobre a mesma lei em I Timóteo 2:12-14: "Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão".

Outra razão dada, às vezes, pelos que defendem a ordenação de mulheres como diaconisas é que isto já foi feito em algumas igrejas com resultados muito bons. Mas as bênçãos de Deus não podem ser determinadas por resultados visíveis. O pensamento de que resultados visíveis provam a retidão das mulheres servindo como diaconisas significaria que cada pastor que não apresenta resultados visíveis é falso. Noé foi um pregador da justiça, mas ninguém acreditou nele. Os resultados de Isaías foram tão ínfimos que ele perguntou em Isaías 53:1: "Quem deu crédito à nossa pregação"?

O trabalho de Deus deve ser feito da maneira de Deus, a fim de receber as bênçãos de Deus. Não importa quão engenhosos, quão bem planejados e quão bem executados sejam os projetos humanos, no fim eles fracassarão e causarão um grande prejuízo, se não estiverem, em harmonia com a verdade revelada de Deus.

O rei Davi estava levando a Arca da Aliança para Jerusalém, certo dia. Em vez de fazer com que os levitas a levassem aos ombros, com as varas, como Deus instruíra através de Moisés, ele fez com que fosse levada num carro novo de bois. Quando o carro deu uma sacudidela e a arca ameaçava cair, um homem chamado Uzá estendeu a mão para equilibrá-la, e quando a mão tocou a arca Deus fez com que ele morresse imediatamente.

Uzá queria fazer uma coisa boa. Estava cuidando dos interesses de Deus, mas Davi não fez a obra de Deus, à maneira de Deus e o resultado foi uma tragédia. Davi devia saber o método como Deus ordenara que a levasse e cuidasse da arca, mas ou não era sabia ou esquecera, ou talvez achasse que não era tão importante.

I Crônicas 15:15 nos diz o segredo do sucesso de Davi quando finalmente levou a arca para Jerusalém. Diz que a arca foi levada "como Moisés tinha ordenado, conforme a palavra do Senhor". Se quisermos realizar o propósito de Deus, devemos fazer a obra de Deus, à maneira de Deus.

Em I Coríntios 14:40 Paulo diz que a ordem divina deve ser seguida nas igrejas. "Mas faça-se tudo decentemente e com ordem". Os problemas surgem na igreja, quando deixarmos de seguir a ordem de Deus. Nada honra o Senhor exceto aquilo que é feito em obediência à Sua vontade revelada. Cristo Jesus nunca designou uma mulher para o cargo de diácono ou pastor. Sua ordem na igreja é que os homens preencham estes cargos – mulheres não.



A QUESTÃO REAL

A questão real não é se devemos ou não ordenar as diaconisas. A questão real é nossa opinião sobre as Escrituras. Vamos interpretá-la comparando Escritura com Escritura, ou a luz da nossa própria época cultural?

Há os que se sintam livres hoje para interpretar as Escrituras que não aceitam, como sendo "condicionadas culturalmente". Se um ensino que é tão claro e simples como estes versículos relacionados à necessidade de diáconos sendo homens, pode ser reinterpretado de acordo com os costumes sociais de hoje, então todos os ensinamentos dos escritos de Paulo podem ser reinterpretados do mesmo modo. Se rejeitarmos os ensinamentos do Novo Testamento em relação às mulheres por causa das mudanças em nossa cultura, então por que não rejeitamos o sétimo mandamento por nossa cultura em sua atitude em relação ao sexo?

E. Y. Mullies, um antigo professor do Seminário Teológico Batista da Convenção em Louisville, Kentucky, escreveu o que é chamado a Regra Áurea da Interpretação de Escritura. A regra áurea começa assim: "Quando o sentido claro da Escritura fizer sentido, não se busque outro sentido…"

Devemos ter cuidado para não sermos influenciados a interpretar a Bíblia pelas tendências sociais e movimentos de nossos dias. Não é coincidência que este assunto de se ordenar ou não diaconisas apareceu numa época quando o feminismo é um assunto apoiado nas áreas seculares. E quando nossas igrejas não estiverem solidamente ancoradas na Palavra de Deus, freqüentemente serão levadas pelas correntes das tendências sociais deste mundo. Uma igreja com opinião fraca sobre a autoridade das Escrituras vai achar fácil reinterpretar a Bíblia, a fim de manter o passo com estas mesmas correntes de tendências sociais.

A Bíblia é nossa autoridade final em todos os assuntos de fé e prática. Onde existe na Bíblia um versículo que defende a ordenação de diaconisas ou pastoras? Não existe registro no Novo Testamento de mulher nenhuma sendo ordenada para algum ofício.






[NOTA de HÉLIO: A palavra diaconisa (transliteração feminino: diakonissa) é citada por Charles C. Ryrie, no livro Basic Theology p. 485, como existente no Grego Koiné, porém ela jamais foi usada por Deus, no Novo Testamento!]


Tradução: David Alfred Zuhars Jr.
Edição: Calvin Gene Gardner


Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).



(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)




(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EclesiologiaEBatistas/
retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )